Pão Kentão

      No final de janeiro de 1975, Decílio Bariani e sua

esposa Cleusa Gonçalves Bariani adquiriu a Panificadora São Pedro, situada na Av. Anhanguera esquina com a Rua Santa Luzia no Setor Campinas, com o acordo de deixar o local em três meses, foi uma das primeiras panificadoras de Campinas, na época era vendido ali pães, roscas, quitandas e leite; e se formavam grandes filas, para adquirir os produtos.

Somente cinco meses depois Decílio deixou o local, (isso por atraso nas obras) e se mudou em 13 de julho de 1975 para a Rua Benjamim Constant N° 474 quase esquina com a Anhanguera em Campinas, onde, Decílio aproveitou e inaugurou a Panificadora Pão Kentão, uma nova fase merecia um novo nome. O local era uma pequena sala com detalhes nos azulejos de laranja, o balcão em formato de U onde foi incorporada uma lanchonete. Agora já era panificadora e lanchonete, a fabricação de pães era grandiosa, pois além da clientela de balcão eram atendidas também empresas onde eram entregue pães, roscas e leite.

Alguns anos se passaram e uma nova mudança ocorreu dessa vez para uma instalação maior que ficava ao lado do mesmo numero, e que é a que reside até hoje. Essa tinha detalhes verde e amarelo nos azulejos e tinha muito espaço, uma parte para a lanchonete com mesinhas e outra parte para a panificadora. No decorrer dos anos mais variedades de quitandas foram sendo fabricadas e novos produtos foram vendidos.

Cleusa teve a idéia de começar a comercialização de bolos confeitados. Eles comeram a comprar os bolos e comercializar apenas por encomendas. Com a venda de bolos confeitados aumentando, Cleusa decide fazer um curso de confeitaria.

Em 1983, Cleusa começa a fabricar bolos confeitados sob encomenda e para o balcão, nessa época vendia poucos bolos, “... lembro-me de um dia que um funcionário me disse que havia vendido sete bolos no balcão e ficamos felizes pela façanha...” disse Cleusa. Nesse mesmo ano começou a fabricação de salgadinhos e de doce para festas.

No final da década de 80 até o fim dos anos 90 a fabricação de bolos confeitados chegou ao auge, eram fabricados muitos quilos de bolo confeitados por fim de semana ( sexta e sábado). Nessa época Cleusa já contava com alguns ajudantes.

Em 1998 a panificadora começou a prestar outro tipo de serviço; começa a fazer coffee-break para instituições, empresas e particulares. O que se tornou um sucesso e continua até hoje. Decílio e Cleusa tiveram cinco filhos, e em 2002 passou a administração do Pão Kentão para seus filhos Humberto Gonçalves Bariani e Leonardo Gonçalves Bariani, que cuida da administração da empresa até os dias atuais.